Dores de Campos - MG - São Sebastião de Campinas (Povoado de "Caveira")

 
Vista da igreja e cruzeiro de São Sebastião de Campinas. O povoado, distrito de Dores de Campos, é popularmente conhecido pelo nome de "Caveira e fica a 16km da cidade. Quando visitamos a localidade (João Bosco de Castro Teixeira, Oyama de Alencar Ramalho e José Antônio de Ávila Sacramento, em 12 de maio de 2012), indagamos ao senhor José Maria Coimbra, bom contador de casos e antigo morador do lugarejo, qual seria a origem da denominação daquele local; então ele nos contou que a pouca distância de onde se formou o povoado, quando escavaram um pasto, foi encontrada uma caveira humana sobre a terra e que possivelmente ela seria de um escravo; José Maria Coimbra assegura que este fato é a origem da denominação. Além da versão do simpático proseador, há uma lenda que também tenta explicar a origem do apelido: contam que naquela região, no século XVIII, geralmente em horas mortas, um esqueleto passava a galope, montado num cavalo negro; a caveira se destacava dos outros ossos porque de seus orifícios saíam labaredas de fogo; dizem que o corcel transportava duas canastras de encomendas e correspondências, da Corte (Rio de Janeiro) para Vila Rica (atual Ouro Preto) e vice-versa; então, a partir da boca da noite, dizem que ninguém se aventurava mais a andar por aquelas bandas... A lenda, de tão marcante no imaginário popular daquela gente, fez com que o apelido de “Caveira” ofuscasse o topônimo oficial São Sebastião de Campinas, denominação que além de poética, também carrega significado religioso e geográfico! (Fotografia: José Antônio de Ávila Sacramento, em 12 de maio de 2012)
 
Retirado de www.patriamineira.com.br